FABULOSO DESTINO


 

Há dias redimi-me de um verdadeiro crime cinéfilo. Passados sete anos do seu lançamento, sentei-me confortavelmente no sofá para ver «O Fabuloso Destino de Amelie Poulain»… Um verdeiro hino à vida. Como é que uma menina-mulher com um percurso tão conturbado [desde o nascimento à suposta doença cardíaca que lhe roubou a infância e à morte trágica da mãe] dedica a sua vida a fazer os outros felizes através de pequenos gestos?

As cores, os cenários, os comentários, a forma como a história é contada, as personagens… Tudo parece ser pensado ao pormenor para dar vida ao mundo dos sonhos!

***


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: