BIPOLAR


Transtorno Bipolar: distúrbio do foro psiquiátrico caracterizado por uma acentuada oscilação do humor, com crises repentinas de depressão e euforia. Ambas podem predominar numa mesma pessoa, sendo a sua frequência bastante variável.

 

Imaginem o que é viver numa inconstância de humores. Oscilar entre a excitação e a profunda tristeza e desespero, com todas as repercussões que isso traz a nível das sensações, emoções e comportamento. Passar de uma fase em que se está mais alegre, sociável, activo, falador, auto-confiante e criativo, para uma uma bem diferente em que se vive obcecado com pensamentos negativos, sentimentos de inutilidade e de culpa excessiva, não se consegue dormir (apesar do extremo cansaço) e se sente um desespero tal que só o recurso a medicamentos consegue trazer algum alívio. Se perde a noção da realidade e se debate com ideiais estranhas (delírios). Se sente uma angústia que não raras vezes conduz a tentativas de suicídio… Ou se vive num misto de todos estes sentimentos sem saber quando será restituída a normalidade. Pode-se estar em fase maníaca ou depressiva durante alguns dias ou vários meses. E os períodos de estabilidade entre as crises podem durar dias, meses ou anos.

Adaptar-se a esta (dura) realidade que resulta numa perda de qualidade de vida, com uma degradação do estado de saúde e uma redução da autonomia da personalidade, não é tarefa fácil. Requer muita garra e determinação, uma combinação de fármacos (antidepressivos e estabilizadores do humor cuja acção terapêutica diminui bastante a probabilidade de recaídas, tanto das crises de depressão como de «mania») e acompanhamento médico, aliado a uma boa dose de compreensão por parte dos familares.

A doença bipolar afecta aproximadamente um por cento da população mundial. Pode surgir em qualquer altura e tem consequências dramáticas no plano social, familiar e individual…

Devia ser encarada como um problema sério, mas continua servir de justificação para muitos desiquílbrios e excessos no mundo artístico. É a doença da moda das estrelas de Hollywood! Vá-se lá saber porquê…

***


4 responses to “BIPOLAR

  • Yashmeen

    Porqu é fácil justificar irresponsabilidades com um suposto transtorno que, na maioria dessas estrelas, não passa de abusos de drogas e álcool. As pessoas normais, como eu, que aprendem a viver com isso sabem que nada justifica certas coisas e, como tal, tentam controlar os sintomas para que isso afecte ao mínimo a sua vida e a dos outros.

  • Transtorno Bipolar « Entre do(i)s mundos

    […] Transtorno Bipolar Sobre o transtorno bipolar, sou obrigada a citar este post, pela simplicidade e objectividade com qu…. […]

  • Golfinho

    “É a doença da moda das estrelas de Hollywood!”????? Foi a doença da moda nos anos 9o e início do Milénio, quando os psiquiatras colocavam tudo no mesmo cesto; a doença da moda, hoje, é a ADHD. Os apizinhos americanos andam todos felizes porque os filhinhos tomam ritalin e prozac. Há quem opte por Elevera

    Esse texto está desactualizado…

  • Yashmeen

    PS: Uma vez que comentaste o mesmo nos dois blogs, acrescento aqui que as doenças da moda não são exactamente as que os americanos determinam. Há mundo para além dos EUA e não se trata de substâncias consumidas, mas sim de enquadramento de sintomatologia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: